Segurança também é drywall

O drywall ganhou popularidade entre os americanos como solução para aumentar a resistência das construções contra o fogo

O drywall ganhou popularidade entre os americanos como solução para aumentar a resistência das construções contra o fogo

Segurança também é drywall

Muitos se perguntam sobre a capacidade do drywall resistir ao fogo. Mas poucos sabem que o material se popularizou nos Estados Unidos, em 1.894, justamente como solução eficiente na contenção de incêndios.

Frente aos demais materiais de construção de uso frequente, o sistema oferece maior resistência ao fogo dada as propriedades do gesso que preenche as chapas. Formulado com sulfato de cálcio di-hidratado, 20% do seu peso é água combinada quimicamente. Sob a ação do fogo, ela é liberada na forma de vapor retardando a ação das chamas.

A eficiência do sistema depende da quantidade, espessura e tipos de chapas usadas. Uma parede construída com chapas Standard (ST), de cor branca, dos dois lados sobre uma estrutura de 48 mm de largura, resiste a 30 minutos. Já paredes feitas com quatro chapas Resistentes ao Fogo (RF) – também conhecida como chapa rosa – de 15 mm de espessura, sob a mesma estrutura resistir duas horas.

Indicadas para uso em salas de cinema, as chapas RF em estruturas reforçadas podem resistir até 2 horas ao fogo.

Indicadas para uso em salas de cinema, as chapas RF em estruturas reforçadas podem resistir até 2 horas ao fogo.

Isso mostra que é possível utilizar o sistema drywall com segurança para projetar e executar vedações em ambientes residenciais ou com grande fluxo de público – como salas de espetáculo, cinemas, rotas de fuga e saídas de emergência – atendendo os diferentes requisitos e exigências legais.

 

Fechar Menu