O mensageiro das boas notícias

Autor: Ricardo J. Botelho

O inimigo número 1 das vendas é o telejornal. Nos noticiosos, o Brasil está doente. O país sofre de depressão. Não há notícia boa. Só desgraça. Nesse ambiente inexiste ânimo para comprar. Há tempos a intenção de compra do brasileiro não era tão negativa.

Segundo o economista Aloisio Araújo, da Fundação Getúlio Vargas, as expectativas jogam um papel muito importante. “As pessoas – diz Araújo – projetam ideias que têm do futuro nas tomadas de investimento e de consumo de hoje. Da mesma forma, as empresas fazem expansões acreditando no crescimento da economia e da demanda”. O economista acredita que quando esse componente intangível, abstrato da economia, está em queda, deprime o indivíduo.

Para quem trabalha com vendas esse cenário é desafiador. É preciso conduzir o atendimento ao cliente criando uma atmosfera de otimismo. Mas isso só é possível se a mente do Corretor de Imóveis estiver alinhada com essa necessidade. A linguagem corporal joga um papel de suma importância. O pessimismo que toma conta da sociedade brasileira não pode invadir a alma do Corretor. Atuar como um mensageiro das boas notícias vai ajudar sobremaneira na conversão de negócios.

Fechar Menu