Sistemas drywall protegem contra o fogo

A resistência ao fogo é uma das principais características dos sistemas drywall utilizados em paredes internas, forros e revestimentos. Isso se deve ao fato de o principal ingrediente das chapas para drywall, o gesso, conter em sua fórmula química 20% de água em estado cristalino. Em contato com o fogo, essa água é liberada, retardando a ação das chamas.

Desse modo, os sistemas drywall atendem aos requisitos de desempenho ao fogo definidos na Norma de Desempenho ABNT NBR 15575:2013 e detalhados nas Instruções Técnicas (IT) 08-09-10-11/2018 do Corpo de Bombeiros do Estado de São Paulo.

Para mais informações consulte o “Manual de segurança contra incêndio de paredes drywall”.

Consulte o manual aqui | arquivo PDF para download.

As novas Instruções Técnicas do Corpo de Bombeiros do Estado de São Paulo, publicadas em 2018, apresentam os requisitos de resistência ao fogo das paredes drywall:

IT 08/18 – Resistência ao fogo dos elementos de construção.

A IT 08/18 contém em seu Anexo C a “Tabela de resistência ao fogo de paredes em chapas de gesso para drywal”, com 14 configurações de uso mais frequente na construção brasileira.

IT 09/18 – Compartimentação horizontal e compartimentação vertical.

A IT 09/18 contém em seu Anexo D a “Tabela de resistência ao fogo de paredes em chapas de gesso para drywall”, que apresenta as configurações dos 20 tipos de paredes drywall mais utilizados e os respectivos tempos de resistência à ação das chamas.

Para mais informações sobre as Instruções Técnicas Corpo de Bombeiros, acesse aqui

Fechar Menu