Acreditar e ter esperança, não basta

Autor: Ricardo J. Botelho

Todo final de ano é a mesma coisa. Nos concentramos no novo tempo que há de vir com renovada esperança de que profissionalmente tudo será melhor. Esse poder mágico que a mudança de calendário exerce na nossa mente é um perigo. Sim, porque não basta acreditar que o novo ano trará consigo novas energias. É preciso muito mais do que a sua crença para que algo diferente, realmente, aconteça e transforme qualquer situação.

Comece por fazer uma profunda avaliação do seu desempenho e identifique pontos que precisam ser melhorados na sua conduta e nas suas habilidades. As perguntas abaixo vão ajudar a promover essa reflexão e encontrar pontos críticos que devem ser aperfeiçoados. Responda com total imparcialidade. Não se deixe enganar pela sua mente. Tenha coragem de reconhecer problemas, quando eles existirem.

  • Estou feliz com o que faço? (sem alegria e entusiasmo na atividade que exercemos é impossível ter sucesso).
  • Sou reconhecido pelos meus colegas e meus amigos como um profissional de sucesso? (reconhecimento é uma das necessidades humanas mais importantes a serem atendidas).
  • Posso identificar em 2018 aspectos de evolução na minha competência profissional? (se você não investiu na busca de novos conhecimentos fica difícil isso ter acontecido).
  • Meus rendimentos em 2018 foram maiores do que os obtidos em 2017? (a boa recompensa pecuniária é uma consequência quando consigo exercer a minha atividade profissional).
  • Tenho clareza dos aspectos na minha capacitação profissional nos quais preciso melhorar? (culpar exclusivamente a crise pelos problemas é um erro imperdoável; ter a capacidade de avaliar onde tenho deficiências é essencial para crescer).
  • Busco constantemente e com entusiasmo as informações necessárias para melhorar meu desempenho? (ou vejo as mesmas dificuldades se repetirem à minha frente dia após dia e me conformo com as coisas como elas são).
  • Estou em melhor situação – remuneração e oportunidades – do que a média dos profissionais que como eu que atuam no meu mercado? (é preciso ter a consciência sobre parâmetros que sinalizem o que representa uma boa remuneração para a atividade que exerço).
Fechar Menu