Sistemas Drywall: forros, paredes, revestimentos, mobiliário Paredes Paredes Forros Revestimentos Mobiliários
Acadêmico Consumidor Imobiliário Profissional

Dicas

Dicas

Revestimento em drywall é forte aliado do retrofit

Utilizado em grande escala na Europa, o revestimento com chapas para drywall é uma das formas mais rápidas e eficazes de restaurar ou recuperar o acabamento interno de paredes, vigas e colunas de edifícios antigos. Além da rapidez na execução dos serviços e da qualidade visual superior proporcionada aos elementos revestidos, o drywall oferece pelo menos duas outras vantagens significativas: melhor desempenho acústico e mais facilidade para colocação de instalações elétricas, hidráulicas e de comunicação.

No que diz respeito ao desempenho acústico, o revestimento permite, de um lado, isolar o ambiente interno contra os ruídos externos, o que é indicado para escritórios, escolas, casas de espetáculos e outros empreendimentos que ocupem velhos edifícios. Por outro lado, permite atenuar a transmissão dos sons internos para o ambiente externo, sendo a solução ideal para a transformação de prédios antigos, como fábricas desativadas, em danceterias, por exemplo. Esse mesmo raciocínio vale para a transformação de um dormitório de um apartamento em home theater. “A principal facilidade, seja qual for a necessidade”, explica o eng. Carlos Roberto de Luca, da Comissão Técnica da Associação Brasileira dos Fabricantes de Chapas para Drywall. “é que o desempenho do revestimento pode ser parametrizado de acordo com a especificação acústica desejada, por meio do uso ou não de estrutura auxiliar, lã mineral e mais camadas de chapas”.

Quanto às instalações, uma solução freqüentemente utilizada é a de colocá-las externamente à parede a ser revestida. Isso permite que tubulações hidráulicas, condutores de fios elétricos e cabos de comunicação sejam fixados com a maior qualidade possível. Em seguida, é feito o revestimento, podendo se abrir previamente nas chapas os pontos para as caixas elétricas, entradas e saídas hidráulicas e tampas de inspeção, entre outras utilidades. “Uma grande vantagem, nesse caso”, explica o eng. De Luca, “é que, por exemplo, uma área de um velho prédio onde não havia instalações hidráulicas pode ser facilmente transformada em cozinha, sanitário ou vestiário”.

ver todos