Sistemas Drywall: forros, paredes, revestimentos, mobiliário Paredes Paredes Forros Revestimentos Mobiliários
Acadêmico Consumidor Imobiliário Profissional

Dicas

Dicas

Saiba como identificar perfis estruturais dentro da norma

Uma das grandes preocupações relacionadas à tecnologia drywall hoje é a existência, no mercado, de empresas produzindo perfis para drywall não conformes com as especificações da norma técnica NBR 15.217:2005, que estabelece os requisitos mínimos para esses componentes. Conforme acentua o presidente da Associação dos Fabricantes de Chapas para Drywall, Mario Castro, “a utilização de componentes em desacordo com a norma não só expõe os sistemas nos quais são aplicados a riscos de patologias, mas igualmente sujeita os responsáveis a todas as sanções do Código de Defesa do Consumidor”.

O que a norma estabelece – Entre outros pontos, a norma citada determina que os perfis devem ser produzidos a partir de chapas de aço com no mínimo 0,50 mm de espessura e com galvanização classe Z275, ou seja, 275 g/m2 de zinco, dupla face.

Como o perfil deve ser identificado – Os perfis devem conter obrigatoriamente as seguintes informações, nesta ordem: nome do fabricante, tipo e largura de perfil, espessura da chapa de aço, classe de galvanização, comprimento do perfil, dia e hora de fabricação. Essas informações devem ser impressas na face externa do perfil. Assim, por exemplo, um montante com 70 mm de largura e 3.000 mm de comprimento, fabricado no dia 10 de setembro às 14h25, deve conter essas informações assim dispostas (sendo que o XXXX corresponde ao nome do fabricante):

XXXX M70 0,5-Z275-3000 10-09-07-14:25

A impressão de informações incorretas, notadamente no que diz respeito à espessura da chapa e à galvanização também sujeita o infrator às penas da lei.

ver todos